Há muitos anos atrás me fascinava a história Sufi do peregrino viajando para Meca (para cumprir com o dever religioso do Hajj) encontrando outro peregrino que o alertou que ele não estava a caminho de Meca e sim na realidade indo para Instambul!

Pois nessa Vivência no Portal mais recente (Guaruva-SC) me chamou a atenção o aspecto do "buscador de caminho espiritual", de como chegamos a um determinado lugar onde se deve abrir mão do "caminho" para se realmente ter a consciência do Ser que somos. E não conseguimos logo na primeira encarada com isso...

Muitos passam anos, ou até a vida inteira, atrelados à uma disciplina, "escola" ou filosofia, e não percebem que estão "patinando" no mesmo lugar. Isso porque estão se ocupando, e nessa ocupação com os dados, as informações, o conhecimento daquela disciplina, não dão o passo a libertação desse "eu buscador". Com isso, nessa condição, são inconscientes, oscilam entre memórias no ego interpretando esse conhecimento.

Essa é a tal da "identificação" a qual expomos através da Subida ao Portal. É o meio, o veículo de condução, que eu conheço, lógico que há outros meios. A Proposta faz isso com as identificações com insuficiências diversas (relacionamentos, auto-estima, financeira, saúde, etc.).

Em breve estaremos fazendo vivências virtuais, mais oportunidades de limpeza em conjunto. Veja: www.metaseobjetivos.com

Na Paz.